Aprenda um pouco sobre Fotografia de Casamento com relatos da experiência do Fotógrafo Willians Moraes

Mais do que registrar um simples momento, o fotógrafo social leva consigo a responsabilidade de registrar algumas das mais importantes fases da vida de pessoas, como por exemplo, aniversários, formaturas e casamentos. Desde o ano de 1995 o Brasil atinge números recordes em números de casamentos, é o que aponta a pesquisa anual sobre registro civil, divulgada pelo IBGE. Willians Moraes, fotógrafo de casamento, especializado pelo International Center ofPhotographyem Nova York, Estados Unidos, explica a importância da fotografia de casamento e como se tornar um fotógrafo de respeito.

“(…)foi um casamento com duração de três dias, praticamente um evento na cidade”, começou contando Willians Moraes sobre o inicio de sua paixão por fotografia. Seu avô, que possuía uma grande relação com o prefeito da cidade, conseguiu que o casamento de sua filha se tornasse uma cerimônia com duração de três dias. Foi dos relatos de seu avô e sua mãe, que Moraes teve estimulada a sua curiosidade pela fotografia. “Felizmente minha família, pôde contar com a presença de um fotógrafo e aquela história que ambos contavam estava ali, registrada em fotos naquele antigo álbum de casamento”.

Com o passar do tempo Moraes, sem deixar de lado a curiosidade, procurou conhecer a história do casamento de parentes e mais tarde de amigos, “sempre pedia para ver o álbum e confirmar se aquela história que era contadapor eles estava registrada nas fotos apresentadas”.

Com o interesse cada vez maior pela fotografia Moraes comprou sua primeira câmera fotográfica, “aprendia muitas coisas sozinhos, mas sentia a necessidade de estudar e aprender mais”, foi a partir disso que se matriculou no curso de fotografia da Escola Panamericana e percebendo que realmente se interessava pela fotografia social especializou-se no ICP, sem nunca deixar de lado a sua preocupação pela história das pessoas.

A primeira coisa que se pensa em fotografia social é no planejamento comercial, claro que é importante, mas vai muito além disso, é preciso recordar que existe uma história que precisa ser contada para netos e bisnetos – assim como foi para mim, o casamento de minha mãe. Por isso, quando fotografo um casamento eu penso que estou registrando o término e o inicio do ciclo da vida de uma pessoa, não simplesmente exercendo um trabalho para um cliente”, revelou o fotógrafo.

É justamente desta diferença entre “clientes” e “casais” que Moraes trata em sala de aula no módulo de Casamento do curso de Capacitação Profissional em Fotografia, “Antes de tudo deixo claro que para querer ser fotógrafo social é necessário gostar de pessoas. Entender que pessoas têm dias bons e ruins, mas que aquilo não significa que a pessoa seja boa ou ruim. Além disso, o próprio fotógrafo pode ter um dia terrível durante um casamento, mas ele jamais deve transparecer isso ao casal, pois é necessário atender aquela expectativa que existe de um dia perfeito”.

Se você acredita que gosta da área de evento social, gosta de trabalhar com pessoas e atender suas expectativas, sabendo que se frustrar-las poderá destruir aquele que seria “o dia mais importante de sua vida”então, segundo o próprio professor, o seu primeiro passo é estudar. “Estude muito, não somente fotografia. Estude o comportamento humano, entenda sua psicologia, sociologia as relações humanas em gerais, após isso defina sua carreira”.

Segundo o professor, o diferencial para os fotógrafos sociais é estar sempre se atualizando e estudando, além disso, é necessário se conscientizar sobre o papel que o fotógrafo desempenhará refletindo sobre o que o seu trabalho vai contribuir para a fotografia. “A fotografia de casamento, agrega outras áreas da Fotografia. Por exemplo, ao fotografar um vestido ou um sapato, estou pensando em fotografia Still, quando fotografo os convidados, penso em retrato… dominando estas técnicas posso tirar maior proveito do evento e atingir as expectativas do casal. Este é um dos meus diferenciais”. Para finalizar Moraes aponta ainda como diferencial reconhecer que cada trabalho é único.

Durante o módulo de Casamento do Capacitação Profissional o professor explora muitos outros aspectos como o empreendedorismona própria carreira, a difícil tarefa de terceirizar algumas funções, o gerenciamento dos processos, a função social e claro a preocupação em fidelizar a historia.  Se você ficou curioso e quer conhecer mais sobre o assunto fique atento ao site do IIF para mais matérias sobre o tema, além disso se você é de São Paulo aproveite as novas turmas com valores promocionais do Capacitação Profissional para conhecer pessoalmente o professor e ter acesso a todo o conhecimento que precisa sobre o assunto.

Para mais informações sobre Willians Moraes vejam o site: http://www.williansmoraes.com/

Veja abaixo a galeria de imagens de Willians Moraes.

[nggallery id=26]

 

 

Parceiros

Desenvolvido por